fbpx
Você está visualizando atualmente <strong>Sociedade do Cansaço e a Cultura Workaholic</strong>

Sociedade do Cansaço e a Cultura Workaholic

Você sabe o que significa Sociedade do Cansaço? E a Cultura Workaholic, conhece? No conteúdo de hoje, vamos te mostrar onde esses termos se encontram.

A Sociedade do Cansaço é um conceito que foi desenvolvido pelo filósofo coreano-francês Byung Chul Han. Em seu livro, Han descreve como a sociedade na qual vivemos é constantemente impactada por estímulos e informações. Com isso, temos um mundo habitado por pessoas que estão em estado de exaustão constante. 

Nessa sociedade, os indivíduos são levados a pensar que devem ser produtivos o tempo todo. Com isso, pausas, momentos de descanso e lazer se tornam cada vez mais raros, pois são regados por um sentimento de culpa. Isso porque, a ideia desenvolvida pela Sociedade do Cansaço é de que a produtividade é uma ação de valor supremo. 

Ou seja, será através dela que os cidadãos irão alcançar seus objetivos pessoais, profissionais e acadêmicos. Contudo, por meio de cobranças constantes, surge um esgotamento físico e mental, causando doenças como depressão e ansiedade. É por conta disso também, que o famoso Burnout se torna protagonista. Mas, por que?

Fique por aqui e saiba mais sobre esse modelo social e o que a Cultura Workaholic tem a ver com tudo isso.

Cultura Workaholic e a Positividade Tóxica: Somos reféns da nossa mente?    

Para Han, a sociedade contemporânea é caracterizada pelo uso da positividade como combustível. Assim, tem-se uma negação dos conflitos, problemas e imperfeições, tendo a harmonia como princípio. Porém, como você já deve imaginar, esse pensamento é um dos principais causadores de conflitos externos e, principalmente, internos.   

Na Sociedade do Cansaço, não há espaço para a diversidade, para o erro e nem existem debates acerca de ideias contrárias. Resumidamente, a crítica de Han é sobre a cultura da produtividade e do positivismo que marca a atual sociedade. Até porque, os rastros desse estilo de vida já está levando as pessoas ao esgotamento físico e mental. 

mulher cansada vivendo na sociedade do cansaço

E, o que a positividade tóxica tem a ver com tudo isso? Basicamente, a positividade é utilizada como um “combustível”. É com base em “mantras” regados a essa positividade que os indivíduos irão se colocar na posição de desgaste. Ou seja, através desse conceito, a cobrança excessiva é “justificada”, romantizada e potencializada. 

Assim, a Cultura Workaholic ganha força e se torna um dos braços da Sociedade do Cansaço. Vejamos um pouco mais sobre esse conceito e o que ele significa para que possamos discutir os sintomas e possíveis soluções desses problemas:

Cultura Workaholic: Um dos sintomas da Sociedade do Cansaço

A cultura Workaholic é um termo usado para descrever um aspecto comportamental onde as pessoas valorizam excessivamente o trabalho. É a partir disso, que esses indivíduos dedicam a maior parte do seu tempo e energia à essa atividade. Basicamente, essa cultura funciona com base na supervalorização do sucesso profissional.

Sendo assim, os Workaholics tendem a trabalhar em excesso, ultrapassando horários e sacrificando seu tempo livre. Assim, eles se colocam constantemente à disposição do trabalho às custas de sua saúde física, mental e espiritual. Embora os indivíduos que possuem esse comportamento acreditem em sua positividade, a verdade é outra. 

Isso porque, assim como na Sociedade do Cansaço, a Cultura Workaholic nos faz acreditar em uma mentira: a de que só temos valor através do trabalho. No entanto, perceber que estamos seguindo padrões prejudiciais é um desafio. Mas, embora seja difícil, não é impossível e muito menos irá exigir tanto de você como os próprios padrões.

Quer saber como começar? Separamos 3 dicas para você:

Dicas para driblar a Sociedade do Cansaço:

Se você se identificou com o que foi dito ao longo deste conteúdo e quer deixar de ser refém de um padrão de comportamento que vem adoecendo toda uma sociedade, então confira abaixo, algumas dicas práticas para driblar a Sociedade do Cansaço:

homem exausto tentando se livrar da Cultura Workaholic
1. Priorize o sono

A ciência do sono já nos ajuda a ter noções mais corretas sobre a importância que o dormir tem em nossa vida. Através desse estudo, notamos que a duração do sono é extremamente importante para a longevidade. 

Além disso, dormir bem melhora nossa saúde, diminui as chances de problemas psicológicos e aumenta nossa disposição. Por isso, não sacrifique suas noites de sono para produzir, saiba que seu descanso é o alicerce de sua saúde. 

2. Saiba delegar

Não se responsabilize por tudo, saiba delegar tarefas e ter sempre uma rede de apoio pessoal. Assim, você não se sobrecarrega e consegue dar conta de suas tarefas mais importantes e urgentes, fugindo da Sociedade do Cansaço. 

Sem contar que, delegando tarefas você demonstra que determinadas culturas empresariais estão sendo ineficientes por conta da sobrecarga. Delegando, você reduz o excesso de trabalho que está sob sua responsabilidade. 

3. Cuide da sua saúde!

Estar em constante estado de alerta, perder horas e horas de sono e sentir-se constantemente estressado não é normal! Muito pelo contrário, alguns desses sinais são sintomas preocupantes de Burnout

Por isso, estar atento ao funcionamento do seu corpo, notando diferenças e diagnosticando efeitos anormais é essencial. Uma boa dica, é realizar visitas regulares ao médico e ter uma sequência de encontros com um psicólogo.

Agora que você já conhece a Sociedade do Cansaço. Que tal compartilhar esse conteúdo com seus amigos? Para conhecer a Baldussi Telecom, acesse nosso site!